Quem somos

A Fundação Cultural Prof Mota foi instituída pelo professor doutor Ático Frota Villas-Boas da Mota em 16 de agosto de 1972. O professor Ático idealizou a entidade para homenagear seu pai, José Batista da Mota, professor primário de Macaúbas, falecido em abril do mesmo ano.


A recém-criada Fundação Cultural tornou-se visível com a instalação da “Biblioteca Pública de Macaúbas” no mesmo ano de 1972. Funcionou inicialmente na esquina da Praça Imaculada Conceição e rua Dr Manoel Vitorino sendo transferida para a rua Dr. Vital Soares alguns anos depois. No período inicial, as senhoritas Maria Helena e Avani Leite do Amaral responderam pelo expediente.

Em 1988 o professor Ático Mota voltou a residir em Macaúbas, trazendo consigo seu rico acervo bibliográfico-cultural. Em 11 de dezembro inaugurou o “Museu Regional de Macaúbas” com peças que reunira ao longo dos anos. Nele também foi organizada a primeira pinacoteca de arte primitiva do Nordeste.

Ao longo dos anos, o professor Ático Mota promoveu visitas diplomáticas e culturais no intuito de “tirar Macaúbas do anonimato” e interiorizar a cultura.

Em 2016 ao se consolidar a mudança estatutária iniciada pelo professor Ático, a entidade passou a chamar-se “Fundação Cultural Professor José Batista da Mota”, visto que as novas gerações que não conheceram o velho “professor Mota”, confundiam o homenageado com o instituidor. Em 26 de abril de 2016 o professor Ático Mota faleceu (dois meses após a esposa dona Alzira dos Reis Mota), sem deixar testamento. Isto causou uma grande crise na Fundação que, sem nenhuma fonte de renda fixa tem encontrado sérias dificuldades para manter as portas abertas.


Composição da diretoria:




Postagens mais visitadas deste blog

Fim de semana cultural

Largada

Banca da Fundação