Banca da Fundação

Que a situação financeira de grande parte das instituições culturais do país passa por sérios problemas, isto já não é novidade para ninguém. A maioria vive com o pires na mão e infelizmente, a Fundação Cultural Prof. José Batista da Mota também está nesta ingrata lista de descaso com a cultura. Mas, logicamente, não poderíamos ficar de braços cruzados esperando a boa vontade alheia bater à nossa porta, portanto (já há algum tempo, na verdade) estamos nos mobilizando, dentro das nossas limitações, para minimizar estas dificuldades e um dos meios que encontramos para isto foi o de promover o lançamento de livros, livretos, cordel, entre outros, com o valor revertido para a Fundação – é a “Banca da Fundação”

No fim do ano passado conseguimos através da magnífica doação pela Papelaria do Estudante um expositor de livros e então dêmos início a venda de títulos de escritores locais, alguns revertidos integralmente para a instituição, e outros através de um sistema consignado. Dentre eles, estão livros que hoje são raridade, como é o caso dos títulos “Crítica dos bois e manifesto das abelhas” do escritor Pedro Defensor Sant’ana, assim como a antologia “Poetas de Macaúbas”, lançado originalmente em 1993.

Quando estes títulos foram lançados através da editora Thesaurus, por intermédio de prof. Ático, ele ficou com alguns exemplares para distribuir entre os seus contatos e alguns deles acabaram ficando esquecidos no meio do seu acervo e foram “redescobertos” recentemente no período da realização da 1ª FLIMAC – Feira Literária de Macaúbas. Outro título raro que foi “redescoberto” e está à venda na Fundação, mas com pouquíssimos exemplares, é o livro de poesias “Ciganos” do próprio prof. Ático Vilas-Boas da Mota.

Para você que se interessa pela literatura local, faça uma visita à nossa “Banca da Fundação” e ajude a cultura macaubense a continuar forte e atuante.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fim de semana cultural

Largada